Proportion

Sempre ficamos na dúvida de como escolher o melhor fundo de investimento imobilário ( FII). A Marchesan Contabilidade preparou para vocês algumas dicas em 10 etapas para auxiliar você na escolha. Confere!

1) Taxa de vacância (% do fii que esta desocupado)
2) Dividend yield = dinheiro recebido no ano / preço da cota Um fundo que vem apresentando um bom histórico de distribuição de dividendos é um fundo que pode se enquadrar nos objetivos quando procurarmos bons fundos para investir.
3 P/VP = preço da cota em bolsa / valor patrimonial da cota. Mas como chegamos no VP? Basta dividir o valor patrimonial do fundo pelo numero de cotas que já foram emitidas 
4) Liquidez. Vender cotas de fundos imobiliários é mais fácil do que vender imóveis. OBS: É importante observar que a liquidez acaba sendo algo pessoal, pois depende do volume que você pretende negociar.
5) Pesquise a diversificação de imóveis que o fundo possui
6) Veja a localização destes imóveis
7) A renda recorrente. A distribuição dos dividendos varia muito? Observe os motivos das variações
8) Observe a relação do gestor com os investidores.
9) A renda média anual real acima dos títulos públicos. Afinal o risco tem que valer a pena não é mesmo?
10) Performance em relação ao IFIX. O IFIX é um índice que busca medir o desempenho geral do mercado de FII. Ele monitora o desempenho de uma carteira teórica composta pelos fundos mais negociados em Bolsa. O monitoramento de desempenho se dá pela média ponderada do retorno total de cada fundo, isto é: a variação do preço das cotas somado aos rendimentos distribuídos.

#marchesancontabilidade#investimentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *